Ibero-American Journal of Exercise and Sports Psychology

COMBATES SIMULADOS EM TAEKWONDO: FREQUÊNCIA CARDÍACA, LACTATO SANGUÍNEO, FREQUÊNCIA RESPIRATÓRIA E ACELERAÇÕES

RESUMO

Cristian Sneyder Cardona Agudelo1,2, Briam Esteban García Silva1, Hugo Alexis Pérez Taborda1, Wilder Geovanny Valencia Sánchez1,3, Samuel José Octavio Gaviria Álzate1,3

O objetivo do presente estudo foi descrever a frequência cardíaca de recuperação (FCR), lactato sanguíneo, frequência respiratória (FR) e acelerações, durante os combates simulados em taekwondo, com atletas com cintos avançados e pretos nas categorias júnior e sênior do município de Bello (Antioquia- Colômbia). O estudo foi descritivo não experimental, com a participação de 11 atletas de forma voluntária. O FCR, o FR e as acelerações foram medidos, durante o combate simulado, por meio de um monitor fisiológico portátil (Bioharness 3 Zephyr™); o lactato de sangue, durante intervalos, por meio de um analisador de sangue (Lactate Pro 2); e o consumo máximo de oxigênio, avaliadas dias anteriores da luta, através do teste Curso Navette. Os combates consistem em fazer três rodadas de dois minutos, com um minuto de descanso, procurando reproduzir as características reais de uma competição. Não houve sistema de pontuação ou análise técnico-tática durante as lutas. Os resultados mostram que existem diferenças estatisticamente significativas na frequência cardíaca máxima e FCR da terceira rodada fora de cintos avançadas e preto, enquanto nas categorias juniores e seniores diferenças na freqüência cardíaca máxima foram encontrados; entretanto, diferenças estatisticamente significativa também foram relatadas no lactato sanguíneo e FCR entre rodadas (p <0,05), independentemente do cinto e categoria. Os dados sugerem que um combate de taekwondo com um minuto de descanso entre rodadas não é suficiente para alcançar uma recuperação completa e, além disso, os atletas devem desenvolver a capacidade de tolerar concentrações moderadas a altas de lactato durante um combate e aumentar ou manter acelerações como eles passam o rodadas

PDF
Top