Ibero-American Journal of Exercise and Sports Psychology

O ROL DA VISÃO NO PADROEIRO DA MARCHA EM CRIANÇAS COM OUTRO NÍVEL DE COORDENAÇÃO MOTRIZ

RESUMO

Miriam Palomo, Ludvík Valtr, Reza Abdollahipour, Adrian Agricola, & Rudolf Psotta

A pesquisa demonstrou que as crianças com dispraxia dependem mais acentuadamente da visão para executar movimentos do que seus pares tipicamente em desenvolvimento (TD). O objetivo deste estudo foi investigar a contribuição da informação visual durante a caminhada entre crianças com TD e crianças em risco de ter dispraxia (DCDR). Trinta e duas crianças (idade: 8.9 ± 0.9 anos) foram convidadas a caminhar ao longo de uma passagem de 10 metros a uma velocidade auto-selecionada em quatro condições visuais: visão total, visão de recebimento de 150ms e 100ms a cada 2 Seg, e não-visão. Os resultados mostraram que as crianças TD andavam mais rápido e com passos mais longos do que DCDR, independentemente da condição visual. Além disso, a velocidade de caminhar e o passo e o comprimento da passada diminuíram significativamente enquanto o tempo de oclusão aumentou, independentemente do nível de competência motora. O estudo sugere que retirar e limitar a informação visual afetam diferentemente o ciclo de marcha em crianças DCDR e TD.

PDF
Top