Ibero-American Journal of Exercise and Sports Psychology

PERCEPÇÃO DE COMPETÊNCIA FÍSICA NO FUTEBOL FEMININO E MASCULINO: UM ESTUDO COM JOVENS ATLETAS E SEUS PAIS

RESUMO

Ana Mateus, Cláudia Dias, Nuno Corte-Real, Júlio Garganta e António Manuel Fonseca

O presente estudo teve como objectivo estudar as percepções de competência física de jovens futebolistas, bem como as percepções que seus pais possuíam relativamente à competência física dos seus filhos. Participaram 119 atletas de ambos os sexos (37% raparigas), entre os 13-17 anos e 213 pais (49% mães), entre os 29-69 anos. As autopercepções dos atletas e as percepções dos seus pais foram avaliadas com recurso a escalas adaptadas de instrumentos utilizados anteriormente por Fredricks e Eccles (2005) para avaliar estes construtos. Os resultados mostraram que os rapazes se percepcionavam fisicamente como mais competentes, e que apenas nestes existia uma relação significativa positiva entre a idade e a percepção de competência. Adicionalmente, verificou-se que apesar de ambos os pais terem percepções elevadas da competência física dos seus filhos, os pais das raparigas tinham opiniões mais favoráveis. Finalmente, verificou-se que os pais percepcionavam os seus filhos como mais competentes do que eles próprios.

PDF
Top