Ibero-American Journal of Exercise and Sports Psychology

EFEITOS PSICOSSOCIAIS DA PRÁTICA DE YOGA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

RESUMO

Catarina P. M. Silva e António F. B. Rosado

Pouco se sabe sobre os efeitos psicossociais da prática do ioga sendo a evidência científica sobre estes efeitos muito escassa e relativamente dispersa. O objetivo desta revisão sistemática é identificar os efeitos psicossociais da prática de Yoga, nomeadamente, a relação entre a sua prática e os construtos da psicologia positiva que se supõe serem influenciados por essa prática, nomeadamente, constructos psicológicos como a resiliência, a robustez mental, as auto-avaliações nucleares, a atenção plena, o otimismo, a satisfação com a vida, a felicidade, o bem-estar psicológico e espiritual. Numa 1ª etapa da investigação foi feita uma análise centrada nas meta-análises e nas revisões sistemáticas sobre os efeitos do Yoga em geral, publicadas em Português e Inglês, desde 2000 até 2014. Dessa análise resultou a evidência de escassez de estudos desta natureza, em particular, sobre os efeitos psicossociais, pelo que realizou-se, numa segunda fase, uma análise sistemática de artigos empíricos especificamente sobre esta problemática. Todos os estudos sumariados, realizados com diferentes metodologias, com amostras com características diferentes, com intervenções diferenciadas, e sobre construtos psicossociais diversos, apontam para que o Yoga promova efeitos positivos a nível psicossocial, contribuindo para uma melhoria efetiva de diversas competências de vida, do bem-estar e, consequentemente, da qualidade de vida das pessoas que o praticam. A investigação futura deverá aprofundar o estudo destes e de outros efeitos.

PDF
Top